Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIL E UMA UTILIDADES




A cabeça, para que serve?
Para te guardar lá dentro,
para ser arrombada,
para pendurar enfeite de natal,
para esconder coisas bonitas e coisas feias,
para cupins,
para que o medo fique agarrado aos seus nervos
ou
para ser aberta para quem queira entrar,
só para alguns,
para a luz do sol de manhã,
para os cães de estimação,
para o carteiro,
para um anjo que porventura esteja passando por ali?
. . .
O tronco, para que serve?
Para guardar um coração enferrujado,
para abrigar balas perdidas dos morros,
para estancar de repente, para viver entre correntes,
armazenar sentimentos de vingança contra o vizinho,
retorcer perdões que gritam por perdão
ou
sentir aquele sensação de nobreza
quando dá um pedaço da sua parte,
multiplicar felicidade até que transborde,
sístole, diástole,
nascer e por de sol,
juventude e riqueza,
músculo repleto de energia?
. . .
Os membros, para que servem?
para guardar a chave do cofre até que a morte
venha buscá-lo, para beliscar a perna de alguém
para que nada conte, para apagar a luz mais cedo
impedindo palavras de nascerem sobre o branco papel,
para assinar documentos que incriminem desafetos,
para recusar dizer onde está o que escondeu,
aplicar sentenças sem conhecer o verdadeiro motivo,
atear fogo nas florestas apenas em busca de lucro,
envenenar rios matando tudo o que vê pela frente
ou
acenar para quem sai de viagem em seu velho carro,
abraçar os que sentem faltam de um bom e velho abraço,
aplaudir o que lutou para conseguir seja lá o que for,
tocar o tambor avisando que a comida está na mesa,
folhear cadernos e livros com poesias escritas a mil anos,
cortar o alimento e repartí-lo e conhecer a saciedade,
plantar verduras e mangueiras e caquizeiros e cajueiros,
escrever na porta, num pedaço de madeira, " bem-vindo ",
lavar as mãos, o rosto, o corpo, vestir-se,
endireitar-se como um verdadeiro homem faz,
sair à porta, abraçar a humanidade que está lá fora,
em meio à guerras, tragédias, terremotos,
filhos perdidos e,
cabeça, tronco e membros,
saber-se útil, saber-se instrumento,
saber-se de mil e uma utilidades?

Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 20/03/2006
Código do texto: T125792


Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
9319 textos (125533 leituras)
23 áudios (522 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/04/21 20:44)