Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carecer...

Eu carecia de uma saudade,
de verdade...
Saudade de perder,
a cabeça.
E atravessar a Rio Branco pelado.

Saudade de mãe pra filho.
Saudade remota e desesperante.
Saudade como a abissal vontade,
para com o outro.

Que me entorpece de dia,
e me embriaga à noite.
É como vivo.
Sem norte...
Sem rumo...

Ninguém precisa saber,
mas sinto...
Sinto saudade...
É fraqueza.
Mas sinto...
Cabe a mim e somente...
Mas sinto...
Esquecer...
Não sei...
Mas sinto...

E nesse sentir constante,
e maluco,
Sinto-me completo.
Cheio de um infinito sem nome,
e tudo que não tem nome me interessa.
Tudo que é inominável me interessa.
Tudo que não é limite me interessa.
N Lago
Enviado por N Lago em 01/11/2008
Código do texto: T1259343

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
N Lago
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
5 textos (58 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/04/20 15:27)
N Lago