Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOS OLHOS DE VER

Ai de mim,
Disse Jeremias ao meu ouvido,
E eu que via,
Aprendi a chorar...

Oh, Jeremias,
Há mais o que chorar
Que todo o horror que vemos;

Há o horror que não vemos,
A prisão silenciosa dos nossos pensares,
Penares que nos algemam aos vórtices sem fim
Da ilusão ecoando criações,
Criando quimeras que se alimentam do nosso medos.
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 06/11/2008
Código do texto: T1268514

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 61 anos
240 textos (28508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 18:26)
Chico Steffanello