SEM PALAVRAS

Ainda que mais procure,

hoje as palavras se foram.

Afinal, que é um poeta

senão o resumo

do que lhe falta?

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 26/04/2005
Código do texto: T13101
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.