Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


          A VIDA QUE EU VIVI


     Nasci. Vim cavalgando a tempestade
     Não sou dono de nada! Nem de mim!
     Se sou compromissado? Isto eu sou sim:
     se eu tenho um compromisso: é a verdade

     Meu feixe de existência anda já tarde
     Vim pelo tempo E pelo espaço eu vim
     Amando o bem, fugindo da maldade
     Um pouco desta; assaz daquele. Enfim,

     a vida é isto: aquilo que se faz
     aquilo que se pensa e sente e diz
     A vida é tudo isto e é muito mais:

     aquilo que se é. E eu pouco sou!
     E enquanto o digo a vida já passou
     e a vida que eu vivi...: eu mesmo a fiz.

          Diógenes Pereira de Araújo

 
Diógenes Pereira de Araújo
Enviado por Diógenes Pereira de Araújo em 27/04/2005
Reeditado em 29/04/2020
Código do texto: T13265
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Diógenes Pereira de Araújo
Bauru - São Paulo - Brasil, 85 anos
294 textos (11709 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/20 02:48)
Diógenes Pereira de Araújo