LUGAR DE HOMEM NENHUM

Será na Antártida?

Será no Atacama?

Lugares onde não vive alguém?

Triste engano

Ás vezes, o deserto

É na própria cama

Vêem-se rostos todo dia

Mas não vislumbramos a fisionomia

Não há solidão maior

Do que aquela com multidão ao redor

Lugar de homem nenhum

Não se traduz por inexistência pessoal

A ausência de amor, a indiferença

É a maior causa de doença

Lugar de homem nenhum

É um coração vazio!

Denise