Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                             
                                     
                    
VÃ ESPERANÇA

Por que me maltrataste assim,sem piedade? 
Por que tu me negaste uma doce ternura?
Já não consigo mais sentir tranquilidade
Em meio a tanta dor e com tanta amargura.

 
Por que fugiu tão cedo esta felicidade?
Em meu peito vazio,eu busco uma figura
que me faça esquecer-te,olvidando a crueldade 
de sozinha viver,sem nenhuma doçura.
                                               

 
Mas na angústia de ver-te,através de meus sonhos,
em tuas mãos,feliz,o meu destino eu ponho
numa esperança vã de te encontrar presente.


 Cheia de ardor,espero o teu doce carinho
que sempre me ajudou a ter em meu caminho
momentos de um amor feliz e resplendente!


                                               (Soneto alexandrino)
 
Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 18/01/2009
Reeditado em 18/01/2009
Código do texto: T1391904
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (16008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 18:31)
Alda Corrêa Mendes Moreira