Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*** SÓ HOJE!!! ***

 *** SÓ HOJE!!! ***
 
Às vezes vejo e sinto resquícios do seu amor
Por  você já fiz  um amontoados  de loucuras
Amada você hoje é o meu fiel castigo e cura
É muito  sufoco, é uma  infinita e severa dor.

Sinto falta do tempo que o amor tinha frescor
A sua paixão tinha a doçura e o gosto do mel
O favo  do  mel tem  hoje o amargo fiel do fel
Apareça, ouça a voz sincera do seu sonhador

Não  dar  pra ficar o  amor é lindo, não ao rancor.
Até pra  quem  ama  muito, um dia morre e passa.
O meu a mor por  você  está  morrendo  depressa
Talvez amanhã, não voará nas asas deste condor.

Eu sei que  você  ainda me  ama, sem aquele ardor.
Mas quero te ofertar e te entregar um amor antigo
Nem tudo está acabado entre nós, vai fica comigo?
Não  podemos  perder  tempo, mesmo  que seja só

                           HOJE!!!

José Aprígio da Silva.
“Lorde dos Acrósticos”
Águas Lindas de Goiás/GO
Domingo – 2009/04/26 – 20h06
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 26/04/2009
Código do texto: T1561495

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1925 textos (183715 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 14:55)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA