Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O sabor da vida


A vida revela sabores diversos
e de versos eu alimento
o ser faminto em mim – sempre sedento
dos sabores da vida...
Eu sinto o sabor da dor se me ressinto
da lágrima salobra sem nexo,
do torpor do absinto,
do amor regado a vinho tinto...
O sabor do sexo insaciado,
um gosto deixado em meu rosto
e eu durmo colado ao teu seio, querida
por te saber o mais doce dos sabores
quando me alimentas de amores
a alma de ti sempre sedenta!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 12/05/2009
Código do texto: T1589136

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (11386 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:25)
Poeteiro