Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE BANDIDA

Não sei se consigo superar
A saudade que invade, maltrata
Correndo nas veias, ardendo
Como fogo ou pimenta, sei lá...

Que perturba, que machuca,
doendo muito se espalha
tomando corpo, crescendo,
tornando vulto as lembranças.

Ignorando a doçura
irradiando um veneno
como a água que inunda
vai invadindo minh'alma.

Derrubando, destruindo
sem que nada tenha sentido
nem a vida, o amor, a amizade
sentimentos, mortos ao chão.

Só rastros, lembranças perdidas
como latas vazias ao vento
voando sem ter direção.

Neli Neto
Neli Neto
Enviado por Neli Neto em 24/05/2006
Código do texto: T161908


Comentários

Sobre a autora
Neli Neto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
98 textos (46917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/21 10:58)
Neli Neto