Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quase nada


Um rumo tortuoso, estranho, segue a estrada;
subindo a serra, traça um risco nas encostas,
desbrava à força até que mostra, desolada,
ao viajante, a rota em linhas bem expostas,
as marcas da invasão, e surge a terra eivada.

Notar a mata assim ferida, ninguém gosta,
mas no princípio era, o curso, um quase nada;
pouco indicava enfim que a turfa decomposta,
se perderia em meio à selva conspurcada.

E chega o homem bem ao alto da montanha;
finca bandeira e diz, que aquele que mais ganha,
é o viajante, o qual contempla a paisagem.

Tão insensato, não tem consciência mais
das agressões, em tudo aquilo que ele faz:

solo indefeso, quando as intempéries agem.



nilzaazzi.blogspot.com.br
Nilza Azzi
Enviado por Nilza Azzi em 28/05/2009
Reeditado em 14/10/2015
Código do texto: T1620533
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nilza Azzi
Campinas - São Paulo - Brasil
2228 textos (471147 leituras)
27 áudios (1242 audições)
4 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 17:14)
Nilza Azzi