Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo Banal


Como você pode roubar algo que não te pertence?!
Como você pode matar o que é imortal?!
Como você pode fingir da forma mais doce que um demônio pode fazer!
Como você pode ser o que você é?!

Mentiras são mais do que mentiras...
Mentiras são verdades erradas...
São palavras caladas...
São muitas vezes, sentimentos distorcidos
Em corpos corrompidos...

A maldade em meu coração é menor que a virtude em tua alma...
A solidão em noites quentes é o frio de sua voz em meus ouvidos...

Um coração partido...
Um coração corrompido...

Verdades são menos do que verdades...
Verdades são maldades que nos falam sem pensar...
Que falam para nos maltratar...
São muitas vezes, são mentiras reais...
São palavras banais...

-O amor é cego; é o que me dizem...
Mentir verdadeiramente é o que fazem...

Mas você teima em roubar o que não te pertence...
Em matar o que é imortal...
Você foi o anjo do meu desejo mais banal.
Angus Mac Og
Enviado por Angus Mac Og em 03/06/2009
Código do texto: T1630550

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Angus Mac Og
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
136 textos (3979 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 20:34)
Angus Mac Og