Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Outros virão.

É preciso ter zero zero virgula treis
De um conhecimento de causa
Ou do contrario aguarede a tua vez
E no assunto por favor de uma pausa.

Tem certas coisas que mexem comigo
Ver um barbado fazendo gracinha
Me calar diante disso eu não consigo
Porque tem limite a paciencia minha.

Homem que é homem tem de ser autentico
E se tu tens o dom da comunicação
Ao invés de fingir um falante estético
Vá usar para o bem a tua imaginação.

Homem que é homem não manda recado
Atraves de poesia que parece inocente
Mas tem versos de veneno carregado
Ao meu ver isso é um ato incoerente.

Cada um na vida tem a sua verdade
E isso eu te digo não vai nunca mudar
Não se deve nunca interferir na liberdade
Pois digo ao mundo se esse poeta parar de rimar.

Outros virão e nelas darão continuidade
Mas a poesia não foi feita pra fofoca ou guerra
A minha é portadora de paz carinho e lealdade
Como uma rosa vermelha que brota da terra.

Meu pai dizia a vida do outro não te pertence
E é por isso que me esforço pra cuidar da minha
Nenhum engraçadinho certamente não me convence
Porque pra mim,vida não é mais de uma estrada estreitinha.


Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 05/06/2009
Código do texto: T1632692
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 67 anos
6223 textos (177872 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 04:24)
Pedro Nogueira