Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÁUFRAGO



Embarco numa rima ruminante
E parto numa estrofe estropiada
Eu paro, penso, pausa...e num rompante
Encontro um verso que não leva a nada.

Eu vejo a poesia tão distante
Me afogo na superfície da palavra
Eu sumo num soneto dissonante
Sufoco numa sílaba que trava.

Perdido numa quadra sem quadrante
Sou menos que figura, figurante
Pseudo-comandante, e vivo em dilema

Espero que a onda não me traia
E nado em desespero até a praia
Salvo o poeta mas naufrago no poema.
Victor Colonna
Enviado por Victor Colonna em 07/06/2009
Código do texto: T1635883

Comentários

Sobre o autor
Victor Colonna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
43 textos (2201 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 22:07)