Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Décimo terceiro dia

Dizer eu quero
Meu egoísmo, meu mundo, meu início
Meu anti-princípio
Meu raciocínio arbitrário
Quero que todos finjam que não sou
Todos fingem, declínios
Quero que o todo venha a mim
Quero estar longe do fim
Mesmo estando tão próximo
Quero me iludir, me persuadir
Me comprimir a algo que jamais fui
Esqueço minha derivação
Faço do instante uma vida em vão
Rogo escuridão
E com mais alguns quereres tão meus
Me distraio, me remonto
Me invento no outono
A folha caiu, eu não notei
Alguém aplaudiu
O porquê eu nem mesmo sei.
M K
Enviado por M K em 13/05/2005
Reeditado em 13/12/2008
Código do texto: T16788


Comentários

Sobre o autor
M K
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
53 textos (2552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/06/20 12:06)