Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Greatest Hits VI

Tomado da água que passarinho não bebe,
Sofrendo as dores de um cotovelo castigado,
E vendo a vida de outra perspectiva (a da calçada),
É que resolvi escrever este poema.
Só que prosa de bêbado não tem dono.
E o assunto começou sem pé,
E terminou sem cabeça.
Dor de amor é assim:
Bebe-se para se esquecer,
Lembra-se mais do que o necessário,
E acorda-se coma boca com gosto de asfalto.
Por isso, beber e escrever, nunca mais.
EDUARDO PAIXÃO
Enviado por EDUARDO PAIXÃO em 08/06/2006
Código do texto: T171552

Comentários

Sobre o autor
EDUARDO PAIXÃO
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1723 textos (28818 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/03/20 06:50)
EDUARDO PAIXÃO