Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arcano 01

Finalmente, após muita luta,
O fabricante de valsas percebeu,
O que buscou toda a sua vida:
A real extensão de sua ignorância.
Sua suposta sabedoria não estava,
No vasto conhecimento de engodos,
Que traziam suspiros por músicas
mais maneiristas que sinceras.
Olhando para suas próprias mãos,
Observou que nelas tinha
aquilo que todo homem tem,
assim que é atirado ao mundo:
a palavra que pode matar ou reviver,
a matéria que o retém por algum tempo,
os sentimentos, que determinam a existência,
E a inteligência que pode sempre estar equivocado.
Ele tem, de fato,
O dia, a noite e a roupa do corpo.
E sabendo o que de essência tem disponível,
Deixará a profissão de fabricante de valsas,
E vai sair por aí,
Prestando atenção na melodia dos outros.
EDUARDO PAIXÃO
Enviado por EDUARDO PAIXÃO em 08/06/2006
Código do texto: T171683

Comentários

Sobre o autor
EDUARDO PAIXÃO
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1722 textos (28751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 09:12)
EDUARDO PAIXÃO