NA IMENSIDÃO

Hoje sou a forma que reflete,

um provável prisma do avesso

onde as luzes ardem.

Sou o eco dos meus risos.

Sou meus murmúrios vivos.

Sou a certeza do instante.

Vou sendo o todo e o tudo

que o breve tempo não apagará.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 19/05/2005
Código do texto: T18062