Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONS

lisieux

Quando sons de sino embalarem a lua
pingente no céu
e roucos sussurros se esparramarem
pelas rachaduras da terra
talvez tenhas coragem de dizer
que me amas...
e eu direi que te amo
e te segurarei do meu lado

Quando a voz do silêncio ultrapassar
as barreiras do som
e as tuas palavras se perderem
nas minhas profundezas.
Quando esse som só se fizer ouvido
como hino solitário
em meio às nuvens,
também eu me calarei
e te deixarei ir

porque o amor só tem sentido
quando as palavras fazem eco.

BH - 25.11.04
02h14m
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18426

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
394 textos (14831 leituras)
3 e-livros (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/20 00:46)
lisieux