UM SAX

Algum acorde

perdido de um sax

flutua por aí

na calada da noite,

na madrugada da alma,

à espera da manhã

para se tornar, quem sabe,

a melodia redentora.

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 21/05/2005
Código do texto: T18759