TENHO COM MEU HOMEM UM LANCE DE CHEIRO

Tenho com meu homem

um lance de cheiro.

Desvio pra um lado e outro,

passa um pouco e me esgueiro,

bem no meio da festa

lá vou eu de nariz

no meio de suas florestas.

Meu homem tem comigo

também um lance de cheiro.

Bole e brinca no umbigo,

desce um pouco, e meu amigo,

quando penso que me farto

e assim solta, me rio,

lá está meu homem

nariz afogado no meu rio

e nos lábios

de minha pequena boca

sobe meu homem

a voz rouca

e juntamos nossos cheiros,

ele molhado do meu

e eu com o gosto do seu

grudado nos lábios

de todas as minhas bocas.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 22/05/2005
Código do texto: T18837
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.