Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nirvana

Nada me faz
Escrever agora.
nenhum sentimento
Nenhuma paz...
Ninguém!

Nada jaz
Nesta hora
De dor e sofrimento
Que conduza-me às
Áreas de outrem.

Transpor-me
É mais complicado
Que saber o que sinto
O que procuro.

Sou SER que me nasce diário
Quando afirmo ou minto
Frente a tudo

E como parte disso
Afirmo a promessa:
Onde esteja EU
Onde a razão me mora,
Não ouvir-se-á minha voz
E meus gestos, diante de vós

Aqui, nesta hora,
Selo tudo:
As palavras lidas
Não existem:
O papel está mudo.
((EU))
Enviado por ((EU)) em 08/07/2006
Código do texto: T189855

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
((EU))
Macapá - Amapá - Brasil, 33 anos
211 textos (13320 leituras)
3 áudios (320 audições)
1 e-livros (6 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/18 03:23)
((EU))