Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO INVENTADA

Invente uma canção onde eu dance
Com a fúria dos amantes
Com a fome dos tratantes
Que me cale e adormeça...

Construa uma escada onde eu suba
Com a pressa dos pintores
Com o clímax das dores
Que me espalhe e me pereça...

Invente a construção
Onde eu caiba e nada falte
Construa a invenção
Onde eu falte e nada caiba...

E me reste uma canção assoviada
Simples e descomprometida
Para o prédio construido
Para a alma inventada...

Barro, ferro, argamassa,
Onde se construa a nova lua
E a doce madrugada...

Onde o que foi inventado
Seja apenas estrutura
De um simples coração
Em que se anule o pecado
E se instaure a loucura
E que o amor cure a razão.


Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 13/07/2006
Reeditado em 13/07/2006
Código do texto: T193329


Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
9198 textos (124687 leituras)
23 áudios (505 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/21 05:20)