Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor porreta

amou? Sentiu a boca secando
quando pressentiu chegar
a hora de dizer adeus?

E que por menor que fosse
a distância, sentiu a dor lancinante
perfurando o peito seu?

Seu amor soube ser desprendido
ao constatar que espaços
cada um precisa do seu?

Soube analisar com brandura
falhas inerentes às suas
sem massacrar  ou sofrer?

Soube entender que é uno
e não metades superpostas
já que o lado a lado é que importa?

E para serem dois seres
felizes e plenos, precisam ser inteiros
e não um a metade de outrem?

Se ama assim
pode crer:
O seu amor é porreta!
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 19/01/2005
Código do texto: T1937


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26652 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/05/20 19:41)
Dora Leal