Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ei, você!

- Ei, você!
- Você mesmo!
Vamos falar de amor?

Amor grandioso
que alimenta nossos dias
que constrói, que gratifica
que traz aos olhos, alegria
que compreende mas questiona a saudade
quando a pele em viagem
ausenta-se por alguns dias

É. Falar de um amor sem barreiras.
Sem preconceitos, sem beiras
que fica feliz com besteiras
coisas pequenas, corriqueiras
mas que representam carinhos
gestos imensos, mimos
e mostram o bem-querer

beijo na boca
afago sem sexo
olhar atento
risada sem nexo
abraço na horizontal
Muitos na vertical
Quando chove, quando venta
Quando anoitece, ou faça Sol...

Discutir o amor
Onde ouvidos, boca, sentidos
Peles, gestos, corpos
saibam realmente se entender

- Não! Não se omita!
Amor não é desdita
É sentimento para se viver.

É respeito, é verdade
É estrada íngreme, é calmaria
É suor, é recompensa
É tristeza, é alegria

Ei! amor vale sim
Vale todos os acertos
Vale até os desacertos
E se há respeito, então
o amor vale loucuras.
Essas que vagam em luas
e enfeitiçam o anoitecer

Amor sustenta a alma?
Claro! Amor é base
É esteio, é semente,
É fruto, é solo, é rebento
É sangue quente, alimento
Amor é tão somente
querer na vida, viver...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 19/01/2005
Código do texto: T1938


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26655 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/06/20 16:11)
Dora Leal