Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Caminhão de sonhos


Ouço lá fora a cantilena
“Milho verde, curau e pamonha”
que entra pela janela
pela fresta da minha janela
a lembrar
que o mundo continua a girar
pra fora desta minha aquarela

Não ergo os olhos
Não tapo os ouvidos
Não prendo a respiração
Não deito, não durmo
Não paro, não ando
Só “milho verde, curau e pamonha”

Estática, movimento pensamentos
Que podem mudar
Em um só momento
Não é dado, é um contentamento
De sentir-me em movimento
Pelo rasgar dos meus sonhos
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 25/07/2006
Reeditado em 10/12/2007
Código do texto: T201589
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1436 textos (74679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/18 04:21)
Fátima Batista

Site do Escritor