Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OTORIDADE OU AUTORIDADE

Mário Osny Rosa

Otoridade de antigamente
Autoridade de hoje em dia.
Uma cumpria fielmente a lei
Hoje só cumpre a Grei.

Antigamente bandido
Era sempre bandido.
Ladrão era ladrão
A policia era policia.

Prenderam a pobre ética
Lá ficou a pobre patética.
Atada das mãos aos pés
Ninguém quer ela soltar

Negócios e mais negócios
Sanguessugas a sugar.
Logo sugaram a moral
No mais lídimo jogral.

Que vorte a tal otoridade
Limpando a sociedade.
Restaurando a ética
E ao povo a dignidade.

Só falta Jesus voltar
Feito um pobre maltrapilho
Logo na CPI chegar
Com eles dialogar

E logo perguntar
Porque querem os matar
Quando persiste a mentir
Logo a ele vão permitir


A pergunta que ele fez
Aos doutores da Lei.
Quem não tem pecado
Atire a primeira pedra.

Hoje ele iria perguntar
Em defesa dos pobres.
Quem nada roubou
Atirem a primeira pedra.

Lá poucos ficariam
A fazer-lhe companhia.
Seria um momento histórico
Que a verdade revelaria.

Com tudo transmitido
Pela televisão da casa.
E o povo logo assistindo
Logo tudo ia conferindo.

Seria o xeque mate
Da autoridade maior.
Acredite quem acreditar
Um dia Deus vai julgar.

São José/SC, 25 de julho de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br



Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 25/07/2006
Código do texto: T201836
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
1821 textos (191186 leituras)
23 áudios (10878 audições)
40 e-livros (11028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/21 01:49)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor