Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Piedade Senhor (seguindo o poetinha)

Tem piedade de mim pelo rosto suado
Sustentado nessa roupa manchada
Mas não pela cara lavada
Sobre esse corpo embriagado
Piedade pelas horas tantas ao pé do santuário
Pela prece sempre feita com fervor
Nunca pelo meu canto transgressor
Ou pelo meu ato de amor solitário
Tem piedade sim dessa mulher sincera
Que não conhece os atalhos do viver
Essa criatura que se esconde da guerra
E tem urgência de tudo perceber
Piedade Senhor pelas minhas mãos calejadas
Pelas minhas noites acordadas
Na ânsia de assistir a vida desfilar
Diante dos meus olhos em horas caladas
Não pelo meu despertar cansado
Com o corpo encurvado e arfante
Não pelo meu falar angustiado
Pelo meu poetar delirante
Tem piedade pelos meus descaminhos
Pelos meu olhar em desalinho
Pelos meus passos tão trôpegos
Da faina tão repetitiva
Não tenha piedade Senhor
Desse arremedo de gente que sou
Que quanto mais penso que estou
A transmitir o teu amor
Mas as cegas eu caminho
E mais ainda me acho sozinha...
Angélica Teresa Faiz Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Faiz Almstadter em 28/05/2005
Código do texto: T20330
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Faiz Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
1119 textos (65532 leituras)
25 áudios (3317 audições)
1 e-livros (254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/21 20:42)
Angélica Teresa  Faiz Almstadter