Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ecos do Infinito

Me comprazo
No espaço aberto
Em minha densa
Solidão.

Ao abrigo
Do abraço
Da mórbida multidão.

Contemplo por trás
De minha cegueira
Traços informes
E agudos como o grito,
Diferentes da dor
Companheira.

"Longes” de mim.
“Pertos” do infinito.
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 04/08/2006
Código do texto: T209403


Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 68 anos
73 textos (3421 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/21 16:39)
Robério Matos