TUA AUSÊNCIA É UMA SARNA

Esta tua ausência é uma sarna:

aparece em todos os cantos,

me persegue feito carma.

Não tem despacho e nem reza

que me quebre este quebranto.

Esta tua ausência é uma sarna.

E eu como boa caipira

Sigo dizendo pra mim: “carma, carma...”

Santiago, 01/06/05

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 01/06/2005
Código do texto: T21346
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.