NINGUÉM RESPONDE POR MIM

Poesias

De mim mesma, o que dizer?

A imagem não me significa,

não me expressa.

O reflexo é só um significante.

Não responde.

Não se fixa.

Mutante.

O retrato é mudo, parco, impreciso.

Não expõe e nem revela.

Desvanece.

Descora.

Amarela.

Quem é esta que indaga?

Por que, quem, o quê?

Onde andou, com quem foi...

A resposta está certa.

A pergunta é que é a errada.

Olha de novo:

onde aquela de há pouco?

Ninguém responde por ela.

O momento passado é nada.

Morto.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 04/06/2005
Código do texto: T22061
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.