Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diálogos nada dialéitcos

Tudo ser incerto é atrativo
Pequenas certezas são apenas incentivos
Que me convidam a ilusionar
A pensar, a sonhar, quem sabe um dia a amar
Amar? Qual é a sua verdadeira designação?
Crenças de uma falsa paixão?
Ou real? Nem tudo é igual
Busco explicações, nada de chavões
Semi-entendimentos já não me satisfazem mais
Pergunte, busque o real sentido
Não acredite que tudo está entendido
Sua mente falha enquanto minha boca trabalha
O que eu penso, pra você pode não ter senso
O que sai, nem sempre entra
Seus adjetivos não me fazem caminhar
Quero algo real, criticas sobre meu ideal
Assim eu aprendo, nós aprendemos
E nessa dialética derrubamos a ética
E resta ao veredicto corromper a estética de imaginações poéticas.
M K
Enviado por M K em 08/06/2005
Reeditado em 13/12/2008
Código do texto: T22998


Comentários

Sobre o autor
M K
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
53 textos (2552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 01:48)