Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A sala vazia de gente


A noite.
A chuva.
A janela.
A luz acesa.

Cadeiras. Livros. Estantes.
Jornais espalhados na mesa.
As páginas. As fotos.
O silêncio gritante. A voz presa.

Quadros enfileirados pelas paredes
Cada quadro, uma história de luta
Cada luta, rostos no anonimato
Uma sala vazia de gente

Olhos.
Fúria.
Dentes

Punhos alavancados. Rostos no anonimato
Enquadrados em fotos 3 x 4
Para registros do sindicato


A sala vazia de gente
No grito “oxente” dos campos
Eco de sangue pelos cantos
Reverso do ocê na frente

Punhos algemados.
Olhos arregalados.
“Delinqüentes!”


Renato Passos

RENATO PASSOS DE BARROS
Enviado por RENATO PASSOS DE BARROS em 24/01/2005
Reeditado em 29/01/2018
Código do texto: T2305
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RENATO PASSOS DE BARROS
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 45 anos
504 textos (23545 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/07/18 04:58)
RENATO PASSOS DE BARROS