Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFINITO PARALELO

Entre muitos caminhos sou migrante
Mareante,não encontrei nenhum cais
Onde ancorasse certezas,sou errante
Naufragando em sentidos abissais

Num coração de anseios dissonantes
Navegante em delírios surreais
Do ensejo e do destino, tripulante
Militante pelas bandeiras reais

Com letras polemizo primaveras
De andrajos e trapos faço velas
Conjugo o verbo amar no infinitivo

Como o sol de equinócio pela fresta
Eu, revolto,a imergir por outras eras
Por tantos universos incontidos...
Franciane Cruz
Enviado por Franciane Cruz em 14/06/2010
Código do texto: T2319592

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Franciane Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
43 textos (2542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 20:53)