TUA MÃO QUE INCENDEIA

Morna,

tua mão vagueia

outra curva,

outra linha,

a visão turva,

tua mão, morna,

se avizinha

curvas,

linhas,

montes e florestas,

incendeia.

Morna,

tua mão passeia:

curvas se agitam,

mar revolto,

molha a areia.

Areia molhada

e a tua mão

que incendeia.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 11/06/2005
Código do texto: T23900
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.