Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite sem alma

Hoje senti  o silêncio:
alma calada,
corpo inerte,
único movimento...as palavras
lentas e distantes,
brumas;
Reflexos dos homens
entristeci nebulosa,
busquei alento
gritei um olhar,
há muito não gotejava,
chovi engasgada
vibrando por tudo
deste lado escuro,
apaguei muda;
Uma noite de junho
sem estrelas,
sem fogueiras,
Um rastro de um só;
Adormeci...
pedindo para sonhar com a lua.
Pupila
Enviado por Pupila em 16/06/2005
Código do texto: T25107
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
728 textos (22790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/20 09:10)
Pupila