Prescrevo-me

Prescrevo-me,

Para teus dias

Igual a sinfonia,

Dos violinos róseos

A volta do jardim,

Onde floresce um botão

De lábios aveludados

Exalando melodias.

Prescrevo-me,

Ao teu silêncio

Na suavidade da brisa,

Soprando-me aos pensamentos

Juntos...silenciar um poema

Num tema mudo,

Respeitando teu momento...

...quieto

Prescrevo-me,

Aos teus olhares

Na solidão das horas,

Levando meus olhos embora

Ao centro de ti,

Sobrevoando teus medos

Resgatando teu tempo,

Entregando-te a luz

Aos teus olhos que chamam.

Prescrevo-me,

Com efeitos colaterais

Febre alta,

Delírios momentâneos,

Espamos passageiros,

Êxtase,

Sonolência prazerosa.

Sem contra indicações,

Na Poesia ou em tua vida.

Pupila