Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CANTO DO TROVADOR

No balanço cruzado
desce, soprando vai
pelas folhas que sobem
secando o calor,
cora na tez a cor.
De bengala,
vestindo cinzento parou;
continente, sisudo estourou.
Na batida das botas,
perfil de burguês
o canto do trovador.
Zecar
Enviado por Zecar em 18/06/2005
Reeditado em 15/06/2016
Código do texto: T25528
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
245 textos (21402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/07/20 04:27)
Zecar