QUEM ÉS TU ? ®

(para Luciana Badaró)

Para mim, foste a salvação,

Em minha mais dura caminhada.

Pois te idealizei na tua imaginação,

Como se fosses minha namorada.

Descobri teus pensamentos,

De ti, cada gesto e vontade.

Compartilhei de teus sofrimentos

Com preocupação e afinidade.

Apesar de, hoje, seres virtual,

Falava de ti, com detalhes e veracidade,

Talvez, esse, meu erro fatal,

Pois, acabei me apaixonando de verdade.

Perdi o controle da situação...

Hoje, penso em ti noite e dia.

Estas presente em cada canção,

Me dando forca e alegria.

Quando me vem a tristeza

E estou só e abandonado,

Me lembro de tua beleza

E me imagino do teu lado.

Te imagino comigo

Me dando atenção e calor.

Mas não como amigo...

Te imagino como meu amor.

Que o futuro, de mim, tenha piedade

E te traga para mim sem demora.

Pois te digo com toda a sinceridade

Não vais mais querer ir embora.

Apenas um Poeta
Enviado por Apenas um Poeta em 18/06/2005
Código do texto: T25701
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.