Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARNAVAL



Hoje me expus,
sem enfeite nenhum
Soltei as amarras,
cai na farra.

Pintei a cara,
vesti minha melhor fantasia.
Sandálias de prata nos pés.
Sambei...Sambei

Mas é carnaval,
a avenida é só minha.
Só paro na quarta-feira de cinzas.
Ai tiro minha mascara.

Sinto o cansaço,
mas enquanto isso.
Sou sambista, sou artista.
Na passarela da vida
Luiza Porto
Enviado por Luiza Porto em 22/06/2005
Código do texto: T26794

Comentários

Sobre a autora
Luiza Porto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 75 anos
468 textos (35899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 07:28)
Luiza Porto