Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisioneira da montanha


Que segredos me escondes Ó Montanha,
Por detrás dessa elevada muralha,
Onde o Sol morre e nasce a Noite canalha,
Amiga fiel de ladrões plenos de manha ?

Onde guardas as ondas que me embalavam,
Em noites agitadas de insónias brancas,
Como as asas das gaivotas que em mim voavam,
Que a memória guardou no interior com trancas ?

Percorrerei as tuas veredas sigilosas,
Nas pegadas de tantos poetas memoráveis.
Ajoelho-me perante os céus infindáveis…
Castigam-me as tuas trovoadas furiosas.

Fugirei dos teus cimos tão prepotentes,
Escalarei, sem dó, pelas tuas encostas,
E buscarei todas as minhas respostas,
No exilo dos mares omnipotentes.

E mesmo que eu morra crucificada,
Como Cristo, no alto de uma montanha,
Terás o meu corpo…sem qualquer façanha !
Mas a minh’ alma ao mar será ofertada.


(maio/2003)
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 23/06/2005
Código do texto: T27098


Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 54 anos
87 textos (7327 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/07/20 15:42)
Cristina Pires