Sem Teus Olhos

O que são meus olhos sem você,

sem teu olhar.

Sem a doçura das tuas mãos calmas

para embalar meu sono agitado.

Que são meus lábios sem tua voz

acalentando sóbria meu dia,

acariciando minha aura em noite fria,

tocando suavemente minha alma.

Quem sou eu,

sem o aroma dos teus cabelos,

sem teu gosto de mar,

sem ter teus olhos de âncora

terra firme, a beira do cais.

Afinal, o que são meus olhos,

se já não posso te olhar

se não dá mais para alcançar

essa outra dimensão

onde meus sonhos, ousei pousar.

AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 28/01/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T2744
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.