Outono Temporão

...deixa de besteira,

que meu poema é poeira,

é capa de ocasião.

Algo entre a brisa e o vento,

Achado entre o sonho e o tempo,

É aquilo que ainda chega

É um outono temporão.

AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 28/01/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T2748
Classificação de conteúdo: seguro