Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E morrer nas tuas verdes colinas...


21/08/2003



Os tons alaranjados, ocres e castanhos;
As casas caiadas de lavanda e verdes serras,
Salpicam os torrões das minhas nobres terras,
Povoadas pelos pastores e os seus rebanhos.

Pairam no ar, perfumes de amarelos torrados,
Arraigando o azul, debruçado nas janelas!
Não existem, alhures, paisagens tão belas,
Nem almas, que não sucumbam aos seus chamados!

E os rios, ao longe, correm nos seios da montanha,
Desordenados, matreiros, cheios de vida...
Correm a inundar a minh’alma, ressequida
Pela saudosa fragrância que hoje me entranha!

Voltarei aos teus pés, nos braços das boninas,
Refrescar-me-ei na fonte do amor, que eu levei
em gotinhas d’água. Quando volto? Não sei...
Só sei que morrerei nas tuas verdes colinas!
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 27/06/2005
Código do texto: T28224


Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 54 anos
87 textos (7331 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 07:10)
Cristina Pires