Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MURO

Não Julgue...
ou,
O Muro

O homem em cima do muro
expia, penitencia e espia
o outro que se excita.
Não vê a  luz, só o escuro
_na névoa encobre o dia_
ou tudo o que é mais,
evita.
Este homem, o tal puro,
não vê, não ouve, mas clama!
Jamais
no dizer do não
percebeu um só irmão
caindo de um céu em chamas.
O puro se auto anuncia
o puro se auto proclama
o puro  não vê ninguém.
Probo, guardião do bem,
do outro lado do muro
serpente rasgando o mundo
uma procissão de aflitos
gritos, uivos imundos,
que o puro julga e conclama.
O puro só vê a lama!
 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 28/06/2005
Reeditado em 23/11/2005
Código do texto: T28832
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (12858 leituras)
1 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/07/20 12:25)
Elane Tomich