Minha Purificação.

Meu caminhar é leve

pela areia da praia vou

com o sol a me esquentar

pés descalços, brincando na água do mar.

Praia vazia,

só as gaivotas por companhia

vim para cá meditar

limpar minha alma,purificar.

Respirar esse ar puro

abrir os braços

tentar alcançar

esse infinito que é o mar.

Me dispo

de roupas,tristezas,dores

entro devagar

água fria,me arrepia.

Mas não me importo

gosto de sentir o gelado

contra minha pele quente

me sentir gente.

Nado,mergulho,brinco

limpa finalmente estou

pego minha roupa e saio a caminhar

ainda nua,

continuamos sozinhos

as gaivotas,eu e o mar.