Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar-doce


Doce o mar de infinitas águas
doces, que escontram rios
de lágrimas, de poetas
do mar.

Doce a ilusão de tocar letras
melodiando as penas de tuas
escrivaninhas, ao azul
papel que é un naco do mar.

Doce a vida livre de poetas
livres, que diz o amor e canta
a poesia, das águas dos rios
que são mares!!!
Silva Neto
Enviado por Silva Neto em 17/11/2006
Código do texto: T293947
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silva Neto
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 44 anos
123 textos (39521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 12:47)
Silva Neto