Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta é assim...

Se... falo de lágrimas e tristezas...
E digo do amor que perdeu a realeza.
Não falo só de mim, pode ter certeza!
Falo do amor que perdeu sua nobreza,

Do que sinto ao observar o mundo...
Do desenrolar de tantos dramas,
Das vaidades que superam tudo...
Do desafeto que tece suas tramas.

Não falo só de mim, pode ter certeza!
Escrevo o que vejo e pressinto...
Tento entender a imensurável avareza,
De como o ódio é cruel e desmedido.

Poeta é assim... sofre, morre um pouco...
Cada vez que depara com a violência,
Poeta é um visionário... completamente louco,
Reinventa o amor na sua eterna demência.

Sou poeta... poeta é um teimoso idealista...
Se entrega ao mister do amor divino...
Contesta, luta, esbraveja, é altruísta,
Tem um coração enorme e cristalino...

Não falo só de mim, pode ter certeza!
Falo da minha... da dor de todos...
Que vivem neste mundo de tristezas,
Inocentes reféns de vilezas e engodos!

Quando falo de amor... não falo só de mim...
Falo do amor que pode ao mal dar um fim!
Quero um mundo melhor para todos, sim.
Que seja a vida, o reflorir de um belo jardim!

Mary Trujillo
17.06.2011
 
 
Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 27/06/2011
Código do texto: T3061198

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (26561 leituras)
41 áudios (1851 audições)
8 e-livros (1174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/19 22:37)
Mary Trujillo