Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EFÊMERO

O feitiço, em mim, arrefeceu.
A rosa, por si, despetalou.
O encanto, enfim, feneceu.
A quimera, por ti, acabou.

Em mim, nada mais, ficou.
Por si, tudo mais, sofreu.
Enfim, sem mais, chorou.
Por ti, nunca mais, apeteceu.

O descaso, em mim, doeu.
A magia, por si, cansou.
O coração, enfim, perdeu.
A alegria, por ti, passou.

Em mim, nada mais, restou.
Por si, tudo mais, entorpeceu.
Enfim, sem mais, abandonou.
Por ti, nunca mais, esplendeceu.
Fabrício Mohaupt
Enviado por Fabrício Mohaupt em 14/07/2011
Código do texto: T3094326

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Fabrício Mohaupt
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
36 textos (4457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/07/21 16:00)
Fabrício Mohaupt