Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Transcurso da natureza interior

                  “Ó vento de rio das almas”

Os passos caminham sobre o chão assoalhado.
O homem respira a brisa.
Na brisa constrói a emoção recente.
                        De sentimento novo, desbanalizado, envolvente.

Atravessa a rua entregue ao novo anseio.
Mergulha o corpo de argila na invisível aura.
Define vento: Corrente de falsa transparência,
No poderoso movimento que arrebata.
Sombras... Luzes... Folhas... Estações... Olhares...
Córrego de espectros.

Ó vento de rio das almas.
Dos corpos eterificantes.
Das vozes de violino lírico e sincero.

Procura das doces almas na florescência
Nessa típica alameda generosa comovida.
Tudo o que é ofuscável, cede à transparência.
Procura-se na avenida, no caminho, na trilha.
Houlá! Só o silêncio quer amar, cantar.
                                  Sem saber como.


Tércio Ricardo Kneip
Enviado por Tércio Ricardo Kneip em 11/08/2011
Reeditado em 11/08/2011
Código do texto: T3153059
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tércio Ricardo Kneip
Santa Vitória do Palmar - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1630 textos (61795 leituras)
2 áudios (78 audições)
1 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:11)
Tércio Ricardo Kneip